quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Que Palavra fez tudo?

"Nós devemos pregar a Palavra, mas os resultados devem ser deixados sob a boa vontade de Deus... Eu me opus às indulgências e todos os papistas, mas nunca por meio da força. Simplesmente ensinei, preguei e escrevi sobre a Palavra de Deus; outra coisa não fiz. E enquanto eu dormia ou bebia a cerveja de Wittenberg junto de meus amigos Philipe e Amsdorf, a Palavra enfraquecia o papado de forma tão grandiosa que nenhum príncipe ou imperador conseguiu infligir-lhes tantas derrotas. Eu nada fiz: a Palavra fez tudo." - Martinho Lutero

3 comentários:

Barbara disse...

O Verbo - que não estava com Lutero nem com Papa algum...
Era antes, é agora e será.
Mesmo que o Universo se enrole como um pergaminho.

M@rcus Henrick disse...

PALAVRA
LAVRA
PARA
LAVAR...


Carpe Diem

Abraços !!!

Por Ele. disse...

É, mas "aquele era o tempo em que as sombras se abriam, em que homens negavam o que outros erguiam. E eu bebia da vida em goles pequenos, tropeçava no riso, abraçava venenos. De costas voltadas não se vê o futuro, nem o rumo da bala, nem a falha no muro. E alguém me gritava com voz de profeta que o caminho se faz entre o alvo e a seta."