quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Nós.


Os relacionamentos muitas vezes enfrentam esses problemas nos laços, nós. Existem nós em laços. Existem laços em nós. E pra mim significa embaraço, nós, algo pejorativo, onde mostra como as duas pontas antes estiveram juntas, perto uma da outra. Precisa o contato para entrelaçar. Precisa o contato para desentrelaçar. Certo, e se não houve o contato, o que é então? Tudo, menos um nó. Para se ter um nó é preciso a junção da corda, de um laço, mesmo sendo um nó numa corda solitária.

Lendo sobre nós, percebi que os marinheiros dizem que o nó simples quando molhado é o mais difícil em desatar. O nó é fortalecido. O mais difícil de desatar de todos os nós espetaculares que existem, acredita?

O nó enfraquece aquele ponto da corda em 50% dizem os especialistas. rs

É isso, não importa toda essa informação se não houve em/entre tudo o amor, pois quando entendemos que em face do amor tudo pode causar glória, sem amor laço é só um laço, a junção é só junção, e nó é só um nó.

Tudo nEle.
Para Ele.
Por Ele!

4 comentários:

Dra. costa disse...

...e "o cordão de três dobras não se quebra tão depressa" (Ecl. 4.12). O importante é não se prender sozinho ou só a mais alguém, necessário se faz que tenhamos vários alicerces, comunhões várias, com Deus e com o próximo. Amplexo.
P.S. Quanto ao comentário do Hamas, aprovaria se não houvesse me pedido para não fazê-lo. Autorizando, publico. E obrigada pelas visitas, me é uma honra.

b disse...

Atar e desatar...vivemos muitas vezes isso...

Canteiro Pessoal disse...

Por Ele. Paula. Bela gardênia. Realmente, é uma delícia esta mistura do não mais. Ouvinte atenta [pelo menos me esforçando], caçando as pistas e, lendo e relendo, as belas missivas. Protagonista que merece espaço no meu coração, pois é sussurro meu o silêncio incomum. Desde o princípio já necessitava. ". Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia faço o silêncio da minha poesia. E na perspectiva de uma vida futura erguendo em carne viva a sua arquitetura. Não sei se é casa, se é torre ou se é templo, mas é grande e clara, pertence a seu tempo".

Beijos mil

Priscila Cáliga

Chris disse...

Os laços, os nós, eu, tu e ele... os laços de nós.
Afodei o seu espaço, parabéns
Chris