sexta-feira, 11 de julho de 2008

dos três mal amados. (1)


Não me importo sobre o que citam do/no blog...

VIVAM! VIVAM! VIVAM...

Por Ele!


“E muitos iam ter com ele, e diziam: Na verdade João não fez sinal algum, mas tudo quanto João disse deste era verdade. E muitos ali creram nele.”

.

Cordel do Fogo Encantado.


O Amor comeu meu nome, minha identidade, meu retrato.
O Amor comeu minha certidão de idade, minha genealogia, meu endereço.
O Amor comeu meus cartões de visita.
O Amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome.
O Amor comeu minhas roupas, meus lenços e minhas camisas.
O Amor comeu metros e metros de gravatas.
O Amor comeu a medida de meus ternos, o número de meus sapatos, o tamanho de meus chapéus.
O Amor comeu minha altura, meu peso, a cor de meus olhos e de meus cabelos.
O Amor comeu minha paz e minha guerra, meu dia e minha noite, meu inverno e meu verão.
Comeu meu silêncio, minha dor de cabeça e meu medo da morte.

"Portanto, visto que os filhos são pessoas de carne e sangue, ele também participou da mesma condição humana, para que, por sua morte, derrotasse aquele que tem o poder da morte, isto é, o diabo, e libertasse aqueles que durante toda a vida estiveram escravizados pelo medo da morte."

3 comentários:

barbara disse...

hahahahahahha

mto bom!!

Ashley disse...

Amei o texto!
Você quem fez?

Rosana Steimbach disse...

caraca doideira esse texto!!!

vc que escreveu?!?!

saudades meniiina!!!

me passa seu msn ou gmail...